Categorias de Aviões de Táxi Aéreo – Entenda as Diferenças

Fretamentos / Categorias de Aviões de Táxi Aéreo – Entenda as Diferenças

Mudar idioma: enEN (Inglês) pt-brPortuguês esEspañol (Espanhol)

Antes de escolher o modelo de avião que irá lhe transportar na sua próxima viagem, é preciso ter em mente o quão diversa a aviação executiva é. Entre um pequeno turbo-hélice a pistão e uma luxuosa aeronave ultra-long range, há um universo repleto de possibilidades. Velocidade da aeronave, número de assentos e capacidade de pousar em pista curta são quesitos importantes, mas há muito mais a se levar em conta na hora de fretar um avião para táxi aéreo.

É inegável que nos últimos 20 anos o setor da aviação geral tornou-se mais diversificado, capaz de atender às necessidades de um público cada vez mais exigente. Com o passar do tempo, surgiram categorias de aeronaves que acabariam por privilegiar determinados mercados. Fatores como o custo de manutenção, alcance e o conforto a bordo foram centrais nos projetos que viriam a ser desenvolvidos.

A partir de hoje, podemos distinguir pelo menos 10 categorias diferentes de aviões, sem contar com opções bastante sofisticadas do segmento de helicópteros. Neste artigo iremos abordar as diferenças entre as principais tipos disponíveis e explicar em quais cenários cada avião é o mais indicado.

Você pode se basear no gráfico acima para ajudá-lo a escolher melhor uma aeronave em sua próxima missão.

Aviões de Pistão

As aeronaves movidas a pistão são utilizadas há mais de 50 anos para realizar voos de curta duração, com quantidade limitada de passageiros. O ótimo custo-benefício de compra e manutenção, aliados à robustez e à versatilidade para pousar em pistas não pavimentadas, fizeram desses modelos os favoritos de agropecuários, acostumados a voar em regiões menos privilegiadas em estruturas aeroportuárias.

Entre os mais populares da categoria estão os modelos Seneca e Baron 58. Eles operam com velocidade de cruzeiro na casa dos 300 km/h e têm autonomia para voar distâncias superiores aos 1.000 quilômetros. Numa configuração típica VIP, os dois transportam confortavelmente até 4 passageiros.

Os aviões a pistão mais populares para fretamento na Flapper: Baron 58, Carajá 821, Seneca III, Sertanejo 721D, Cessna 4XX series

Aviões de Turbo-Hélice

A evolução em performance e conforto na aviação executiva aconteceu com o surgimento dos aviões turbo-hélice. Assim como os aviões a pistão, os turboprops também ganham pontos pela versatilidade, podendo realizar operações em pistas curtas e não pavimentadas. Maiores cabines e motores aprimorados são os principais fatores que os diferenciam dos aviões a pistão, determinantes para elevar o conforto dos passageiros a novos patamares na indústria.

Talvez uma das categorias mais utilizadas no táxi aéreo, os turbo-hélices têm nos modelos Caravan Grand e King Air suas estrelas. Juntas, as duas famílias de aeronaves possuem uma dúzia de variantes, que diferem entre si em potência e tamanho. Com autonomia para voar cerca de 2.000 quilômetros, esses modelos são indicados para voos regionais de curta e média distância e viagens de lazer. Os King Airs podem transportar entre 6 e 9 passageiros e os Caravans têm versões que comportam de 8 a 12 passageiros.

Os aviões de turbo-hélice mais populares para fretamento na Flapper: Caravan 208, Caravan EX, Caravan Grand, Cheyenne I, Cheyenne II XL, Cheyenne III, King Air 200, King Air 350, King Air A200, King Air B200, King Air B200GT, King Air B200T, King Air C90, King Air C90A, King Air C90B, King Air C90GT, King Air C90 GTi, King Air C90 GTX, King Air C90SE, Pilatus PC-12, Xingú 121A1.

Jatinhos Very Light Jet (VLJ)

Dentre os aviões de pequeno porte, a categoria dos VLJ (Very Light Jets) demonstra a notoriedade que táxis aéreos ganharam ao longo do tempo. Projetados para atender a crescente demanda da aviação executiva, as aeronaves mais recentes se destacam pelo baixo custo de operação e de manutenção, acrescidos pela agilidade em pousos e decolagens (capazes de realizar operações em pistas com, pelo menos, 900 metros de comprimento).

Em geral, esses pequenos jatinhos comportam entre 4 e 5 passageiros, operados por um único piloto e com peso máximo de decolagem inferior a 4,500 quilos. O Embraer Phenom 100 está entre os principais modelos desta categoria. A aeronave desenvolvida pela fabricante brasileira transporta confortavelmente 4 passageiros numa configuração de “club seating”, tem velocidade de cruzeiro de 750 km/h e autonomia para voar 2.200 quilômetros. A cabine confortável e o respeitável bagageiro (2,4m³) fazem desse modelo ideal para escapadas de fim de semana ou voos executivos curtos.

Os jatinhos Very Light Jet mais populares para fretamento na Flapper: Citation CJ1, HondaJet Elite, Phenom 100.

Jatinhos Leves e Super-Leves

A categoria de jatos leves, em comparação com os VLJs, aprimora a entrega em quase todos os quesitos. A bordo desses aviões, o passageiro pode voar distâncias mais longas, em tempo menor e de forma mais confortável. Seu porte maior cria espaço para amenidades que, em categorias menores, não estavam disponíveis, como lavabos em alguns modelos.

A preocupação com o conforto do passageiro é latente, com cabines mais silenciosas e assentos espaçosos. O leve Citation V e o super leve Phenom 300 resumem bem a categoria, que é indicada para voos longos domésticos – transportando de 7 a 10 pessoas. O Citation V, com 3.000 quilômetros de autonomia, e o Phenom 300, com 3.650, são capazes de realizar rotas entre cidades do Sudeste e do Nordeste ou, com apenas uma parada, realizar voos entre Los Angeles e Nova York, nos Estados Unidos.

Os jatinhos Leves mais populares para fretamento na Flapper: Beechjet 400A, Citation II, Citation III, Citation V, Citation CJ2, Citation CJ3, Citation CJ4, Citation Ultra, Learjet 31A, Learjet 35A, Premier IA.

Jatinhos de Tamanho Médio e Super Mid-Size

A segmentação na aviação executiva tem uma linha bem definida entre as categorias. Os jatos médios inauguram a capacidade de realizar operações internacionais de forma mais natural. Dependendo de onde partem, leves e super leves podem, sim, voar para destinos em países vizinhos. Mas os médios e super médios fazem isso com muito mais propriedade.

Em média, a autonomia de voo é superior a 4.800 quilômetros. Saindo de São Paulo, isso permite chegar a quase qualquer ponto da América do Sul. Sob os céus europeus, os jatos super midsize são capazes de conectar praticamente quaisquer dois pontos da União Europeia.

O aumento na cabine e uma copa funcional oferecem aos clientes a possibilidade de um novo serviço: o acompanhamento de um atendente de voo. Excedendo um pouco a média da categoria, que é de 10 passageiros, o super médio Praetor 600, da Embraer, pode transportar até 12 viajantes.

Os jatinhos Midsize mais populares para fretamento na Flapper: Hawker 800XP, Hawker 850XP, Learjet 60, Citation III, Gulfstream G150

Os jatinhos Super-midsize mais populares para fretamento na Flapper: Citation Sovereign, Embraer Praetor 600, Challenger 300, Gulfstream G280, Citation Latitude

Jatos Pesados

Cabines espaçosas, poltronas, sofá, serviço de bordo, mesas elegantemente postas. O cenário que nos acostumamos a ver em filmes, geralmente, retrata aviões desta categoria. Os jatinhos pesados primam pelo conforto de seus passageiros, não importando o objetivo de suas viagens. Uma família em férias? Espaço suficiente para malas. Um executivo em deslocamento? A possibilidade de trabalhar online durante o voo todo. 

Os Heavy Jets promovem um salto considerável na autonomia de voo. A bordo deles, as distâncias se encurtam e os voos intercontinentais começam a ser uma possibilidade – mesmo que ainda haja a necessidade de uma parada para reabastecimento. É assim ao voar no luxuoso Gulfstream G450, que liga o Brasil a qualquer cidade dos Estados Unidos e da Europa com apenas uma breve parada técnica. São 8.000 quilômetros de raio de ação e capacidade para transportar de 12 a 16 passageiros.

Os Jatos Pesados mais populares para fretamento na Flapper: Challenger 604, Challenger 605, Gulfstream G450, Legacy 600, Legacy 650.

Jatos Ultra-Long Range

A possibilidade de voar longas distâncias é inaugurada com os jatos pesados, mas são as aeronaves de ultra longo alcance que tomam esse desafio para si. Queridinhos dos grandes CEOs, os Ultra-long Ranges certamente serão avistados realizando jornadas entre grandes mercados globais. Seus projetos não se resumem apenas a aprimorar motores e aerodinâmica, vale reforçar. Porque voos muito longos são cansativos, foi imprescindível investir também em conforto a bordo, permitindo que esses exigentes passageiros cheguem em seus destinos descansados e prontos para seus afazeres.

A bordo, os tais confortos significam: uma copa completa, suíte com ducha, comissários de bordo (no plural), sistema de entretenimento, internet….e a lista segue. O Global Express é uma dessas relíquias da categoria. O jato produzido pela Bombardier tem versões que transportam até 16 passageiros e são capazes de voar impressionantes 11.000 quilômetros, o suficiente para ligar diretamente São Paulo a cidades na África, Europa e Estados Unidos.

Os Jatos Ultra-long Range mais populares para fretamento na Flapper: Global Express, Gulfstream G550, Global 6000, Falcon 7X, Gulfstream G650

Jatos VIP Airliner

Criados para atender a aviação comercial e redesenhados tendo em vista uma clientela exigente, o que torna os VIP Airliners especiais é o grau de customização de seus interiores. Ambientes mais espaçosos ou um maior número de passageiros? Essa escolha é feita pelos proprietários ao definir que demanda a aeronave irá suprir. Isso explica a variedade de interiores nos VIP Airliners, com modelos ostentando suítes com banheiros, salas de reunião e copa completa, e outros transportando mais de 50 passageiros em classe executiva.

Operacionalmente, os VIP Airliners seguem os padrões da aviação comercial, exigindo aeroportos com pistas estruturadas para realizar os pousos e decolagens. A vantagem é que uma aeronave dessas é capaz de voar as rotas mais longas, ao mesmo tempo que oferece mais espaço na cabine do que qualquer outra categoria.  Por isso, essa categoria acaba sendo a preferida em fretamentos corporativos ou para transporte de equipes esportivas e bandas em turnê.

Os Jatos VIP Airliner mais populares para fretamento na Flapper: Boeing 737 Exec, Embraer Lineage 1000

Como reservar um avião para táxi aéreo

Dos aviões a pistão aos VIP Airliners, a plataforma Flapper oferece toda a extensa lista de categorias que englobam a aviação executiva. Seja qual for o motivo da sua próxima viagem, nós temos a aeronave certa para lhe transportar. Pelo aplicativo e site da Flapper, o usuário tem acesso a cotações instantâneas de fretamentos, podendo definir os locais de embarque e desembarque, a data e o horário da operação e o tipo de aeronave ou helicóptero utilizados. Os clientes também podem entrar em contato com a nossa equipe de especialistas por Whatsapp e telefone:

whatsapp whatsapp

Our Services: Fretamentos

See also

  • Táxi Aéreo em Cuiabá: Conheça as opções disponíveis

    See post
  • Flapper & Hotel Mari Mari

    See post
  • Táxi Aéreo em Manaus: conheça as opções disponíveis

    See post