Os Desafios dos Gerentes de Viagens na Era pós-Covid

Consultoria Aeronáutica / Os Desafios dos Gerentes de Viagens na Era pós-Covid

Mudar idioma: enEN (Inglês) pt-brPortuguês

Se há algo que os analistas do setor de viagens concordam é que o setor de viagens de negócios se recuperará do surto de coronavírus antes de setor de lazer. O argumento predominante é que as viagens corporativas são vitais para a abertura da economia – estimulam o investimento, o empreendedorismo colaborativo e a tomada de decisões. Também vem no primeiro lugar em termos de reais requisitos de mercado e consumidor.

Ao mesmo tempo, também é amplamente percebido que o mercado de viagens corporativas está prestes a sofrer mudanças fundamentais. A digitalização contínua do setor de viagens, o uso mais profundo de conferências on-line e o trauma no mercado de aviação comercial são apenas algumas das tendências que certamente impactarão o trabalho dos gerentes de viagens corporativas nos próximos meses. No artigo abaixo, destaco três tendências que os especialistas de viagens de negócios devem considerar ao criar o próximo itinerário para suas equipes:

Semana de trabalho mais curta, jornada de trabalho flexível

Estimuladas para reduzir custos e permitir maior liberdade de trabalho, as grandes empresas estarão mais abertas à criação de uma cultura de inovação no local de trabalho. De fato, a recente pesquisa da Gartner revelou que até 74% de todos os CFOs planeja incrementar o número de funcionários trabalhando em regime de home office. Políticas como “Free Friday” e horários flexíveis de trabalho complementarão a nova realidade corporativa.

Em termos práticos, isso se traduz em fins de semana mais longos e uma maior concentração de viagens na semana de trabalho entre segunda e quinta-feira. Ao longo do dia, vamos possivelmente observar uma distribuição mais igual de horários de voos, com horários entre 11:00 – 14:00 agora responsáveis por uma parte significativa de todas as viagens.. Com horário flexível de trabalho e medo de aeroportos superlotados, podemos esperar que as companhias aéreas criem um cronograma bem distribuído, com menor variação de preços, mas maior preço médio de passagem.

Self booking, self check-in e reembolsos automáticos

Os gerentes de viagens corporativas devem se adaptar à crescente popularidade das ferramentas de reserva self-booking (Online Booking Tools, OBTs em inglês) e das integrações que oferecem. Plataformas, como a Argo / Amadeus, devem ser adequadamente incorporadas ao dia-a-dia de suas funções, com especialistas de viagens atuando cada vez mais como facilitadores e catalisadores digitais em grandes organizações.

Flapper & Argo durante da LACTE 2019
Flapper & Argo durante da LACTE 2019

As ferramentas de reembolso, sejam aquelas disponíveis nos próprios OBTs ou ferramentas independentes, como a Expensify, estão prestes a tornar-se um padrão quando se trata de gerenciamento de despesas.

Alta demanda por jatos executivos e helicópteros

A alta demanda por voos privados, combinada com os baixos preços do combustível de aviação, estimulará a demanda por serviços de aviação executiva, tanto no mercado doméstico quanto no internacional. De fato, todos os principais porta-vozes do setor de aviação executiva concordam que, na era pós-Covid vamos observar um grande aumento nas solicitações de fretamentos, vendas de pacotes de horas e acordos de propriedade fracionada. Com a aviação comercial numa baixa, presidentes e membros do conselho se voltarão para jatos particulares e helicópteros como suas opções de viagem preferidas.

Jato Citation Sovereign disponível para fretamento no Rio de Janeiro, Brasil.
Jato Citation Sovereign decolando de Aeroporto de Jacarepaguá no Rio de Janeiro. O avião é um dos mais de 100 jatos disponíveis para fretamento no Brasil.

O custo de um jato executivo fretado varia de acordo com o tipo de aeronave, o país ou a duração do voo. Para informações adicionais, consulte este artigo: Quanto custa fretar um jato particular.

Considerações finais

Como alguém já disse, Viajar é uma megatendência e nada pode pará-la. Na história passada, o mercado havia comprovado sua capacidade de se recuperar aos níveis pré-crise várias vezes e dessa vez não será diferente.

Viajar é uma Megatendência. O gráfico mostra a expansão de numero de viajantes internacionais em todo o mundo e como a demanda se recuperou após cada surto de vírus consecutivo.

O que difere é a escala da pandemia atual e o nível de conectividade que atingimos na nossa sociedade. O setor de viagens está, portanto, pronto para se tornar mais digital e verticalmente integrado.

Os travel managers enfrentam uma oportunidade única de adotar novas abordagens no design de viagens de negócios. O surto atual deve estimular a revisão das atuais políticas de viagem, restrições, protocolos de segurança e o software usado. As empresas que sobreviverem e implementarem as mudanças necessárias emergirão mais fortes e melhor preparadas para a incerteza que o ambiente atual criou para viajantes e empresários.

Sobre a Flapper

A Flapper é a primeira linha aérea butique de aviação executiva do Brasil e líder regional em voos fretados. Nossa frota parceira conta com 350 aeronaves certificadas pela ANAC no Brasil e mais de 4000 no exterior. Somos líderes em voos executivos, transporte de carga e aeromédicos.

Nossos serviços

Interior do Gulfstream G650

Voos executivos

Fretamento sob demanda de jatos, turbo-hélices e helicópteros na América Latina.

Transporte de carga Brasil – China

Transporte de carga

Voos fretados e carga parcial de suprimentos médicos e materiais pesados.

Flapper transporte de valores

Transporte de valores

Transporte de notas, bilhetes de loteria, joias, artes plásticas e outros.

Our Services: Consultoria Aeronáutica

See also

  • Flapper completou a sua maior missão de transporte de carga internacional

    See post
  • Flapper atinge número recorde de voos fretados internacionais

    See post
  • Flapper Aeromédico

    See post