King Air 250 vs King Air 350: Comparativo

Fretamentos / King Air 250 vs King Air 350: Comparativo

Mudar idioma: enEN (Inglês) pt-brPortuguês

Seja para uma viagem em família ou uma missão de negócios, a decisão de escolher o modelo mais adequado da família King Air não parece fácil, considerando especialmente o desempenho excelente de quase todas as suas variantes. Conhecidos como os turbo-hélices mais cobiçados da aviação executiva, os aviões King Air são reconhecidos por seu design icônico, altos registros de segurança e versatilidade. E embora semelhantes em termos de velocidade e capacidades de pouso, os King Air apresentam inúmeras diferenças de custos operacionais e capacidade, que podem eventualmente afetar sua decisão final.

Fabricado nos Estados Unidos, a partir da década de 1960 pela Beech Aircraft (atualmente Textron), o King Air é uma evolução do projeto de bimotor a pistão chamado Queen Air. De acordo com especialistas, um dos principais motivos do sucesso dessa família de aeronave está no resultado da combinação de várias características, tais como o design da fuselagem e trem de pouso com amortecedores, por exemplo. 

Tanto o King Air 250 como o 350 – atualmente dois dos modelos mais populares da família King Air – possuem uma semelhança que facilita a escolha por uma dessas aeronaves: a capacidade de pousar em pistas curtas – como as de Angra dos Reis (Brasil) ou St. Barts (Caribbean), por exemplo –, e não pavimentadas, sejam elas de terra ou grama.

Quer saber mais sobre os King Air 250 e 350? Leia mais abaixo.

King Air 250

Com autonomia de voo de até seis horas e velocidade de cruzeiro de 530 km/h (286 kts), o King Air 250 tem capacidade para acomodar confortavelmente até sete passageiros. A cabine conta com mesas retráteis, além de pequenas galleys a bordo para bebidas refrigeradas. Com interior elegante, a aeronave possui ar condicionado e tomadas 110VAC, toalete privativo e bagageiro acessível durante o voo. 

A tecnologia de pressurização da aeronave permite voos acima das formações meteorológicas, proporcionando mais conforto aos passageiros. Além disso, o King Air 250 conta com sistema de navegação PROLINE 21, radar meteorológico e o monitoramento de dados é totalmente digital. 

Técnico em manutenção de aeronaves da UniAir, Thales Silva conta que uma das vantagens dos aviões da família King Air é a segurança:

“Além de toda versatilidade, tecnologia e conforto que a aeronave oferece, também é extremamente confiável. A linha King Air é a mais segura da categoria. Se o passageiro busca voar com rapidez e segurança, é uma ótima escolha”, diz.

A frota de aviões de asa fixa da UniAir é composta por aviões da família King Air, sendo um deles o KA250. Com experiência com esse tipo de aeronave, Silva enaltece a segurança do King Air 250.

Para Francisco Fuentes, piloto chileno de King Air 250, o modelo é conhecido por seus atrativos custos operacionais. Comparando com o King Air 350, o King Air 250 tem maior disponibilidade de peças de reposição e consome muito mais menos combustível. Na América Latina, especificamente, o custo por hora de fretamento de King Air 250 pode ser tão baixo quanto US$ 1.500/h, enquanto para King Air 350 a tarifa horária frequentemente ultrapassa US$ 2.500/h – perto da tarifa apresentada por jatos leves.

King Air 350

Pode-se dizer que o King Air 350 é uma evolução do 250. Essa aeronave possui uma fuselagem mais comprida e tem uma configuração de “double club”, com oito poltronas mais um toalete homologado, o que totaliza nove lugares. 

Semelhante às versões mais recentes do King Air 250,, os winglets do 350 foram acrescentados às pontas das asas com o objetivo de aumentar a autonomia e o desempenho. 

A velocidade de cruzeiro do King Air 350 é 580 km/h (313 kts) e sua autonomia máxima de voo é de 2870 quilômetros (1550 NM). Decolando de São Paulo com 2 passageiros, por exemplo, o avião consegue ir até Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Assim como o KA 250, a aeronave é capaz de pousar tanto em pistas curtas como em pistas irregulares (terra, grama ou cascalho). 

Para Paul Malicki, CEO da Flapper, a principal razão pela qual os clientes escolhem o King Air 350 em vez do King Air 250 é a combinação de conforto e capacidade de assentos. “O King Air 350 possui um layout especial para 8 passageiros que permite que cada passageiro tenha acesso a uma mesa dobrável, podendo conduzir uma conversa mais produtiva durante o voo, já que os assentos são posicionados um na frente do outro. Se você tiver que pousar em uma pista curta, precisando transportar confortavelmente 8 passageiros, o KA 350 deve ser sua a opção preferida para tal missão”.

Conclusões

Semelhanças: tecnologia de ponta capaz de proporcionar um voo seguro, capacidade de poder pousar em pistas curtas e sem pavimentação, como terra, grama e cascalhos. 

Diferenças: capacidade de assentos e custos operacionais.

Confira abaixo algumas das principais características dos modelos King Air 250 e King Air 350:

ItensKing Air 250King Air 350
Configuração típica6 assentos + 18 assentos + 1
Velocidade de cruzeiro530km/h | 286kts580km/h | 313kts
Velocidade média394km/h | 212kts420km/h | 227kts
Autonomia (full pax)2193km | 1184NM2667km | 1440NM
Autonomia (2 pax)2930km | 1582NM2870km | 1550NM
Peso max. de decolagem5650 kg6800 kg
Espaço de bagagem55.3ft³ | 1.56m³56 ft³ | 1.59m³
Altura de cabine4ft 9In | 145cm4ft 10In 147cm
Custo médio de aluguelUSD 1500 – USD 1600USD 1940 – USD 2500

Você também pode gostar:

Our Services: Fretamentos

See also

  • Transporte de gelo seco por via aérea

    See post
  • King Air 250 vs King Air 350: Comparativo

    See post
  • Uber aéreo – É possível voar por menos?

    See post